Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2017

Cilada - resenha

Imagem
Ninguém consegue escapar das próprias mentiras


RESENHA
 Este foi um livro que eu não conseguia parar de ler de tanto que a história me prendeu.

 Coben, mostra que nem sempre o suspeito é aquele que está na nossa convivência. O que acontece com Dan é muita injustiça e o sumiço da Harley chega a ser um pouco "banal". Coloquei entre aspas por ser sério e ao mesmo tempo "Han" e deixa um ponto de interrogação  bem grande na nossa mente e aí te prende mais ainda. 

São duas histórias, porém, com tudo ligado. Coben mostra através da história que orgulho, ódio, manter as aparências na sociedade não afeta só a si  mas afeta todos em sua volta. Ser pais bacana e modernos não é tão legal, assim como ser super protetores.  Pedir perdão ao seu passado dará uma boa caminhada para o seu futuro e lutar pela verdade, é o que deve ocorrer. 

Foi um livro que me tirou ar, fome e sono. Não enrolem, apenas leiam! 
Livro: Cilada.
Autor: Harlan Coben.
Gênero: Suspense/Policial.
Editora: Arqueiro.
27…

A escolha - resenha

Imagem
Até onde devemos ir em nome do amor? 




A escolha conta a história de duas pessoas bem diferentes: Gabby, uma mulher da Carolina do Norte (EUA), que sempre obedeceu aos pais, comportou-se bem e nunca arranjou muito tempo para si, e Travis, o veterinário da cidade, que adora viver nos extremos, com seus esportes radicais.
Acontece que Gabby e Travis têm algo em comum: são vizinhos e amam cachorros. Ele tem um boxer gigante e ela, um border collie. E, graças aos cães, os vizinhos se conhecem.

No entanto, apesar de suas tentativas, Travis não consegue agradar a linda ruiva Gabby, que, definitivamente, parece não gostar dele.

Até o dia em que resolvem tentar de novo e se conhecer começando pelo "oi". A partir daí, a relação entre os dois muda completamente.

RESENHA

Sabemos que a maioria dos livros de Sparks é sempre aquele clichê." A Escolha " não muda muita coisa porém, é uma história bem interessante. 

Nós, mulheres, sempre nos irritamos com aquele "crush" que se ac…

Mar morto - resenha

Imagem
As histórias da beira do cais da Bahia



RESENHA
Guma é marinheiro e Lívia, dona de casa. Um casal cheio de amor e beleza. Lívia, que está gravida de Guma, teme pela sua morte sempre que ele embarca pelo mar. Ela fica aflita com medo de ele ser levado pela mãe das águas.
A personagem que mais me chamou atenção foi a "Rosa Palmeirão". Ela, junto com a sua navalha, mata todos os seus desamores. Uma mulher guerreira que não deixa nenhum homem se aproveitar  de si. 

Mar morto assim como outros livros de Jorge Amado, é bem carregado. A leitura não é fácil porém não é impossível de entender. Cada página do livro, Amado aborda uma situação diferente mas sempre falando da beleza de Ilhéus e suas lendas. Este livro é um tipo de romance que não é só voltado para o casal protagonista (Guma e Lívia), ele mostra o romance de todos os personagens dos livros, inclusive daqueles que são apaixonados pelo mar.

Amado fala dos orixás no livro mas não aprofunda no assunto, entretanto, para quem conhece…